Apaixonada

em 22/12/2011 5 comentários


De que adiantam minhas teorias de que a paixão é um simples estado de acreditar na dúvida? Sim... Para mim que a paixão começa quando você se questiona: "será? será que eu estou apaixonado?" Pronto! A partir daí começa toda a saga que um apaixonado vive. E aquela pequena dúvida, que começou a se transformar em certeza, tilinta em sua mente - junto das imagens dos detalhes do corpo da pessoa - te fazendo quase enlouquecer. No começo uma sensação de leveza incomparável toma seu corpo, como uma droga gostosa que te faz sentir leve, extasiado. Depois é uma tortura, mista do desejo aparentemente simples de tão somente estar perto - e de preferência o mais perto possível - daquela pessoa. Se um beijo acontece, o que poderia ser mais perfeito? Se a pessoa pergunta a teu respeito? Oh meu Deus...

Quando eu era pequena - já com pensamentos "maduros" - eu me questionava quando eu pararia com essa infantilidade de se apaixonar. Eu pensei que com a idade que estou agora já não seria tão fácil assim. Que bobagem! Talvez paixão seja o sentimento mais bestialmente adulto que existe. O meu problema (problema?) é que minhas paixões duram bastante tempo.

Cá estou eu... Rindo pelos cantos, cantando músicas melosinhas de amor e me vendo perfeitamente feliz em deitar na cama enquanto o sol bate em meu rosto para somente ficar lembrando dos momentos que eu passei junto dele e imaginando os momentos que virão... É tão bom. Eu não pensei que pudesse ser assim novamente: tudo parecer florido, bonito, alegre, em paz... E por mais que eu insista que é loucura criar expectativas, eu crio. E se houverem dores, que fiquem para amanhã.

"Into Your Arms" - The Maine

Sk8

em 05/12/2011 5 comentários


Eu meio que não falo muito aqui no blog sobre hobbies ou coisas que eu goste num geral... Já falei que faço poesias, que eu gosto de escrever e fotografar, entre outras coisinhas... Já faz um tempo que eu tô falando que quero deixar o blog ainda mais pessoal, então...

Bom, o que eu gosto muito e vou falar agora aqui no blog é... skate! \o/ Bom, eu sempre fui apaixodinha por skate e skatistas também, #abafa mas de fé, sempre achei tudo no skate legal (desde o estilo de se vestir, de agir, como geralmente é, enfim) e é óbvio que eu sempre quis aprender. (Porque eu sempre fui uma moléka que adora esporte também, ofcouse :B) Quando eu era menor até arrisquei um pouco, mas o fato de ser cagona e ter medo de me machucar sempre reinou! (Ainda com skate que qualquer coisinha é chão mesmo! hahaha) Fora o súbito medo que me acometeu de de repente ver-me velha e incapaz de subir num skate! haushaushua' Agora eu tenho andado com meu amigo e muito embora a ajuda dele tenha me sido inútil (olha que má eu, rs.) eu agora sei no mínimo subir no skate e andar de boa! :D Daqui uns tempos eu compro meu próprio skate e arrisco umas manobras básicas! ^^

O legal de pesquisar um pouquinho sobre skates é já ir percebendo meus traços pessoais com relação a ele, tipo... Eu sou groofy (groofy foot) pois eu coloco o pé direito na frente e "remo" com o pé que fica atrás, mesmo sendo destra. Dizem que a maioria das pessoas são regular foot, pois fazem o oposto de mim. E cara, é o jeito que eu me sinto confortável no skate, é uma característica minha natural! Curti! *-*

Créditos: Imagem

E a minha vida...

em 15/11/2011 7 comentários


Faz um bom tempinho que eu não atualizo o blog e faz um tempinho ainda maior que eu não faço um post pessoal - tem sido mais aqueles posts poéticos/filosóficos, que dizem mais a mim do que a vocês propriamente, rs. Quero muito tornar o blog mais pessoal: postar mais fotos minhas, minhas coisas, etc.

Bom, hoje vou falar um pouco da minha vida. Graças à Deus o ano está acabando! *pula* não vejo a hora de me livrar do colégio, dos professores chatos e de Física e de enfim começar uma faculdade! *-* Fiz o ENEM e acertei 111 questões das 180 :D Prestei vestibular na PUCPR e passei já na primeira fase em Design Digital! *----* Já fiz a minha matrícula lá e até recebi uma carta da PUC em casa vindo com umas balinhas (tipo M&M's, rs.) numa embalagem escrito: "Parabéns calouro! Aproveite o doce sabor da vitória!" Posso me sentir uma caloura já? :3 Estou muito feliz! Até porque a PUCPR é considerada a melhor universidade em Design do Brasil, com uma infraestrutura maravilhosa! *o* Domingo prestei vestibular para Design Gráfico na UFPR #medão E agora é só esperar pelo resultado! Estou confiante e Deus já fez umas coisas bem loucas aí, que já dão um baita testemunho! *-*

Falar de vestibular (e ainda mais no blog) é muito especial para mim. Me lembro quando acompanhava no blog de outras pessoas a saga que foi para elas todo esse período. No começo do ano eu comecei a fazer cursinho pré-vestibular, mas parei quando estava para começar o segundo semestre do ano: estava sendo muito cansativo e eu deixei muita coisa acumular, por não ter essa "noção" de como seria tudo. Dali para frente o ano seria uma surpresa e os resultados também, mas falo disso num outro posts, rs.

A imagem do post é daqui da minha casa. Estamos pintando o apartamento e o meu quarto vai ser o cômodo da casa que mais vai sofrer mudanças! *-* Uma das paredes já está pintada de rosa e eu vou deixá-lo do jeito que eu sempre quis! A imagem também "fala" sobre mudanças, reformas... E é exatamente o que eu espero daqui pra frente... Não só no quarto, mas em TUDO na minha vida! ;)

Plenitude

em 27/10/2011 3 comentários


"(...) talvez porque a alma é grande e a vida pequena (...)"


E se tudo que buscamos da vida é satisfação? Um prazer, um retorno, um sorriso, a admiração de quem importa e de quem não importa tanto assim... O sucesso, uma paz meio que indefinida, a plenitude do conhecimento, mesmo sabendo que morreremos sem saber quase nada. Realmente, a nossa alma almeja algo que está além de nós. Falo isso por mim pelo menos: a minha alma almeja algo que está além de mim, que eu preciso conhecer mais. E a vida é pequena, corrida, desejosa. É um balanço entre precisar e querer. É uma briga entre aceitar e se revoltar e ainda por cima é curta. São nesses momentos que me parece óbvio que o fato de parecermos mortais é apenas aparência. Dentro de nós há algo infinito que necessita ardentemente da eternidade. Mesmo que obtivéssemos prazer oriundos do dinheiro ou de qualquer outra coisa dentro dos extremos entre nascer e morrer, tudo acabaria no morrer e teria sido inútil. Acredito, sim, que a felicidade deva nos acompanhar em tudo que fazemos e que devemos viver a nossa vida da melhor forma possível. Mas também acredito que cada um tem um propósito e que o fato de pensarmos e amarmos não é à toa. Acredito que viver sem saber o seu propósito é um tanto quanto perigoso. Enfim, eu tenho pensado em tantas coisas ultimamente... Em coisas sérias, em coisas bobas, em coisas importantes, em futilidades e em coisas demasiadamente profundas. Acho que todo ser-humano é assim, isso é digno de nós. Nós. Que lindo, não é? Nós.

Créditos: Imagem + Trecho de Música

Me encontro...

em 05/10/2011 8 comentários


Na tranqüilidade, paz&amor, na filosofia barata (quem sabe), na filosofia verdadeira, na discussão dos problemas sociais... No rhythm and poetry. No mar que - estranhamente e surpreendentemente - já sinto saudades. Na minha eterna parça ♥ Na minha verdade, nas minhas palavras, nos meus versos tímidos, nos meus textos de amor precoce. Na liberdade. No estilo que eu me encaixo. No menino que eu sinto vontade de beijar. Na melodia, na música. No calor do Sol. Naquela vagabundagem e preguiça que tem que ir embora. No meu jeito certinho demais. No meu lado errado e perigoso. No gostinho de quero mais. Nas lembranças, no passado, no presente e no futuro. Nos olhos alheios. Nos animais. No futebol. No que poderia ser. No que é. No meu pessoal. Nos diálogos. Na reversão da vergonha. Nas gargalhadas a dois. No querer dizer sim. No prazer. No significado subjetivo.

Aonde eu me encontro.

Brincando de ser fotógrafo

em 19/09/2011 9 comentários
Recentemente ganhei minha Fujifilm s2800HD *-* Ela é uma semi-profissional, 14MP, zoom óptico de 18x e filma em HD =) Acabei não fazendo nenhum post a respeito, até porque estou aprendendo a mexer no modo manual, que não é nem um pouco fácil, haha. Mas hoje venho com um post mostrando algumas fotinhas que eu tirei, espero que vocês gostem...







Acúmulo

em 08/09/2011 4 comentários


O que se leva dessa vida? Cara, não me interessa muito saber, pelo menos não agora. Ou melhor, até me interessa, mas é tão difícil de digerir que eu prefiro nem comer, nem provar, nem encostar na minha boca. Fazer reflexões pesadas, me importar com o mundo, com as pessoas. EU ESTOU SENDO MAIS SINCERA DO QUE DEVERIA. Declarar angústias não é a minha praia. Eu declaro apenas "angústias pequenas". Apenas "xiliques" adolescentes, dores passageiras e tristezas desimportantes... O que de fato tem peso eu guardo para mim. OS METAIS PESADOS EU ACUMULO NO MEU ORGANISMO, eu sugo o veneno. Eu divido com você tudo: os prazeres mais deliciosos, os sorrisos mais sinceros, divido toda esperança que há em mim e fico feliz em te ver bem, mas o veneno é meu, todinho meu... EU NÃO DIVIDO VENENO. Ora bolas - você me diz - não é mais fácil jogar fora? Falar também é fácil, falar é fácil demais...

Créditos: Imagem

Leva Apenas

em 29/08/2011 7 comentários


Me desculpe, mas eu jamais conseguiria odiar você. Jamais conseguiria odiar seu sorriso, seus caninos pontudinhos, seu olhar indecifrável. O máximo que eu consigo é ficar triste, meio confusa, aflita, frustrada... Estouro meus sentimentos em músicas bobinhas, extravaso minha incerteza em pensamentos profundos e canto minha dor em versos sem ritmo, achando que tenho motivos para te desprezar, mas não conseguindo ao lembrar do seu rosto tão lindo e da sua voz tão doce. Me desculpe, mas de mim você não leva nem o desprezo, nem o pouco caso, tão menos a frieza... Eu acho que leva apenas minha admiração irracional, nesse ser perfeito que eu projetei em você.

Créditos: Imagem

Vestir-me de mim

em 26/08/2011 5 comentários
Mais uma vez o Sol teimou em somente iluminar e não resplandecer... Constatei que não vejo um dia azul há pelo menos uma semana. E no meio de tanta lamúria por fazer tão frio aqui no sul, é óbvio que também senti falta de escrever. Vou falar então de algo que volta e meia eu fico pensando e analisando.

Conviver consigo mesmo o tempo todo é uma das habilidades humanas mais admiráveis. Tem pessoas que você ama de paixão, adora a companhia... No entanto quatro dias consecutivos juntos e algumas faíscas já são liberadas quando - não surpreendentemente - existe o atrito. Agora, conviver com você próprio 24 horas por dia, cada segundo, cada minúsculo instante... caramba! Dividir consigo os pensamentos, os questionamentos, os problemas; relembrar as responsabilidades, encher o próprio saco! xD Por isso é que é tão necessário reinventar-se e agregar. Ouvir música, ler, assistir televisão, o que seja... Grudar em si algo que não seja você. Conversar com os amigos um assunto qualquer; debater sobre um tema {ir}relevante; ser louco em grupo, pois ser louco sozinho é loucura de fato! hahaha Que intensa essa arte de viver, que confuso esse fato de existir.

(Foto que eu tirei do João-de-Barro, que todos dizem ter mulher, mas que eu sempre vejo sozinho, no seu pequeno lar).


Resumindo o post:

Às vezes me canso de me ser... Todos, todos podem fugir de mim, eu não, meu destino é me ser. Vestir-me de mim todas as manhãs e me interpretar pelo resto da vida... Isso cansa! - Clarice Lispector

O amor é a única revolução verdadeira

em 20/08/2011 7 comentários
Sabe, o que eu quero mesmo é o amor. Eu quero gestos simples que demonstram sentimentos enormes. A energia transmitida num abraço puro; a mensagem contida numa troca de olhares sinceros; a ajuda oferecida mesmo que não haja recompensa; o perdão que renova e transforma, regenera e cicatriza, sara e faz bem. Não sei qual de tantas filosofias que existem está errada. Nem tudo que eu sigo é completamente verdadeiro, eu sei. Não sou dona da razão. Seria tão mais lindo e produtivo o amor. O amor sem barreiras, distribuido em conversas genuínas onde as almas se conhecem sem preconceitos, sem restrições. O amor forte e impossível de arrebentar, que não existe por um motivo específico, mas que faz as pessoas se amarem sem nem saber o por quê. Esse amor.

Dilema

em 17/08/2011 2 comentários
Dilema: Situação embaraçosa que apresenta somente duas soluções, ambas difíceis ou inconvenientes, o que gera perplexidade para uma opção.



Acomodar-se ou mudar? Arriscar e talvez melhorar a situação ou permanecer estático na mesma de sempre? Não se importar em estar sozinho ou admitir que está apaixonado? Ou simplesmente fechar os olhos e esperar tudo passar, porque a preguiça de viver de uma forma diferente é maior do que o desejo e a disposição de fazer coisas novas?

PARA TUDOOOOOO! Enquanto escrevo esse post (às 23:00, sendo que amanhã tenho prova de matemática, não estudei nada e muito menos sei a matéria) recebo uma ligação da minha prima. Ela me conta algo que me deixa MUDA, boquiaberta e estranhamente feliz! *-*

De boa, vale a pena levantar o bundão e ser feliz!
*estou sentindo borboletas no estômago*

Créditos: Imagem

A Menina...

em 01/08/2011 16 comentários


Eu sou a menina que um dia brincou de pique-esconde, corrida e futebol; a menina que nunca fez muita questão de ser a meiguinha e que sempre teve coragem ao ser desafiada. A menina que se identificava com a "Docinho" das Meninas Super Poderosas. Ao mesmo tempo eu sou a menina que escrevia poesias de amor e revelava sua paixonite com aquele receio e vergonha que todo amor infantil trás. Tenho meu lado comum, da menina que gosta de cor-de-rosa, de barbies e de brincar de escolinha... A menina que chora com filmes de romance e se emociona imensamente ao olhar pela janela e avistar o céu laranjado de fim de tarde. Por outro lado, também sou a menina que gosta de conversar com o irmão sobre astronomia e que conversa com o pai sobre, digamos, "conhecimentos gerais", filosofando na hora do almoço ou na hora do café da tarde, incluindo papos sobre "música antiga" e futebol (e como eu amo isso!) A menina que sempre gostou de desenhar; que tem um certo tesão atrativo por esportes radicais; que curte rock e MPB; que tinha como sonho ter uma cachorrinha e que já é mulherzinha o suficiente para imaginar-se como mãe... A "não-meiguinha" que atualmente adora maquiagens, esmaltes, arrumar o cabelo e ir ao shopping, mas que prefere mesmo uns 'papos mais cabeça'. Ama a amizade de meninos, ama a amizade de meninas e que sempre se sentiu super à vontade no meio de adultos. A menina que defende suas convicções, que já errou milhares de vezes e que se arrepende dos erros, sim! A menina que procura evoluir, mesmo que a pequenos passos... A menina que ama Jesus da forma mais vasta que se poderia amar alguém. A menina que se orgulha de quem é e que raras vezes se entristeceu por causa da opinião dos outros a ponto de mudar o próprio jeito... Essa sou eu, uma pluralidade de adjetivos formando esse substantivo no singular :D

Créditos: Imagem

Vocábulo de endereço novo

em 22/07/2011 9 comentários


Eu sei que esses dias atrás eu fiz um post de reinaugação do Vocábulo, eu sei, mas agora o Vocábulo está de endereço novo, rs. Eu mudei de endereço porque minha hospedagem começou a apresentar alguns probleminhas que interferiram na conta da Fernanda do Confabulando, mas eu agradeço de verdade a esses dois anos que eu fui hóspede dela através do vocabulo.confabulando.net *-* Eu aprendi tudo que eu sei de PHP e WordPress com essa hospedagem e a Fernanda é uma fofa e sempre me ajudou em tudo que eu precisei, por isso meus mais sinceros agradecimentos a você, Fernanda. ^-^'

Bom, o fato é que eu migrei do WordPress ♥ para o Blogger e muitas coisas mudaram, claro. Vou sentir uma imeeeeeensa saudades dos plugins que eu utilizava, da dashboard do WordPress e das diversas facilidades que esse gerenciador de blogs disponibiliza... O bom é que agora eu já tenho uma pequenina experiência guardada para quando possuir meu próprio domínio *-*

O layout continua o mesmo da última versão do Vocábulo na antiga hospedagem, só tive que mudar de PHP para HTML claro xD Ainda falta criar a página de créditos e de links... Logo mais eu acredito que poderei - finalmente - "ilustrar" meus posts com minhas próprias fotografias, pois eu devo ganhar minha câmera ainda esse mês *o* Enfim, espero que meus antigos leitores continuem comigo, rs. Beijão pra todo mundo, até a próxima!

Créditos: Imagem

 
Lívia - Vocábulo | Tema base por Jana B. | Mantido pelo Blogger