Apaixonada

em 22/12/2011 5 comentários


De que adiantam minhas teorias de que a paixão é um simples estado de acreditar na dúvida? Sim... Para mim que a paixão começa quando você se questiona: "será? será que eu estou apaixonado?" Pronto! A partir daí começa toda a saga que um apaixonado vive. E aquela pequena dúvida, que começou a se transformar em certeza, tilinta em sua mente - junto das imagens dos detalhes do corpo da pessoa - te fazendo quase enlouquecer. No começo uma sensação de leveza incomparável toma seu corpo, como uma droga gostosa que te faz sentir leve, extasiado. Depois é uma tortura, mista do desejo aparentemente simples de tão somente estar perto - e de preferência o mais perto possível - daquela pessoa. Se um beijo acontece, o que poderia ser mais perfeito? Se a pessoa pergunta a teu respeito? Oh meu Deus...

Quando eu era pequena - já com pensamentos "maduros" - eu me questionava quando eu pararia com essa infantilidade de se apaixonar. Eu pensei que com a idade que estou agora já não seria tão fácil assim. Que bobagem! Talvez paixão seja o sentimento mais bestialmente adulto que existe. O meu problema (problema?) é que minhas paixões duram bastante tempo.

Cá estou eu... Rindo pelos cantos, cantando músicas melosinhas de amor e me vendo perfeitamente feliz em deitar na cama enquanto o sol bate em meu rosto para somente ficar lembrando dos momentos que eu passei junto dele e imaginando os momentos que virão... É tão bom. Eu não pensei que pudesse ser assim novamente: tudo parecer florido, bonito, alegre, em paz... E por mais que eu insista que é loucura criar expectativas, eu crio. E se houverem dores, que fiquem para amanhã.

"Into Your Arms" - The Maine

Sk8

em 05/12/2011 5 comentários


Eu meio que não falo muito aqui no blog sobre hobbies ou coisas que eu goste num geral... Já falei que faço poesias, que eu gosto de escrever e fotografar, entre outras coisinhas... Já faz um tempo que eu tô falando que quero deixar o blog ainda mais pessoal, então...

Bom, o que eu gosto muito e vou falar agora aqui no blog é... skate! \o/ Bom, eu sempre fui apaixodinha por skate e skatistas também, #abafa mas de fé, sempre achei tudo no skate legal (desde o estilo de se vestir, de agir, como geralmente é, enfim) e é óbvio que eu sempre quis aprender. (Porque eu sempre fui uma moléka que adora esporte também, ofcouse :B) Quando eu era menor até arrisquei um pouco, mas o fato de ser cagona e ter medo de me machucar sempre reinou! (Ainda com skate que qualquer coisinha é chão mesmo! hahaha) Fora o súbito medo que me acometeu de de repente ver-me velha e incapaz de subir num skate! haushaushua' Agora eu tenho andado com meu amigo e muito embora a ajuda dele tenha me sido inútil (olha que má eu, rs.) eu agora sei no mínimo subir no skate e andar de boa! :D Daqui uns tempos eu compro meu próprio skate e arrisco umas manobras básicas! ^^

O legal de pesquisar um pouquinho sobre skates é já ir percebendo meus traços pessoais com relação a ele, tipo... Eu sou groofy (groofy foot) pois eu coloco o pé direito na frente e "remo" com o pé que fica atrás, mesmo sendo destra. Dizem que a maioria das pessoas são regular foot, pois fazem o oposto de mim. E cara, é o jeito que eu me sinto confortável no skate, é uma característica minha natural! Curti! *-*

Créditos: Imagem

 
Lívia - Vocábulo | Tema base por Jana B. | Mantido pelo Blogger